Ir para conteúdo principal
Advertising

O Bing Ads mudou e agora é Microsoft Advertising. Nosso novo nome reflete a maneira como expandimos nossas soluções de publicidade para ajudar você a alcançar mais clientes. Saiba mais >

Estas políticas de URLs e páginas de destino ajudarão você com URLs aceitáveis e o tipo de comportamento que os usuários devem esperar quando acionarem seu anúncio. As URLs devem descrever precisamente a página de destino de seu anúncio, por exemplo. Além disso, as páginas de destino devem ser carregadas e funcionar como é esperado normalmente – conteúdo ilegal ou fraudulento não é permitido.

Tipos de URL

  • URL de visualização: o endereço da página da Web que aparece no texto de seu anúncio.
  • URL Final: a versão atualizada da URL da página de seu site para a qual os usuários são direcionados ao clicar em seu anúncio em um computador desktop ou laptop.
  • URL de acompanhamento: o endereço que permite acompanhar o desempenho.
  • URL da página de destino: o endereço da página da Web final para onde os usuários vão depois de clicar em um anúncio.

URL final e da página de destino

A URL final deve funcionar corretamente e direcionar o usuário para um único site em funcionamento. Ela não pode estar vinculada a um endereço de email ou um arquivo, nem encaminhar o usuário para uma página com código de status 404 ou outros status 4xx. Além disso, não são permitidos endereços IP e caracteres diferentes do padrão.

Ilustração de um anúncio que leva a uma URL de destino que funciona corretamente e acaba em um único site funcional/Ilustração de um anúncio que leva a um endereço de email, um arquivo ou uma página com código de status 404 ou outro código de status 4xx.

URL de visualização

  • A URL final determina a URL de visualização. Porém, é possível adicionar subpastas com conteúdo relevante.

Discrepâncias entre URLs

  • A URL de visualização deve coincidir com a URL da página de destino.
  • Se for usado um modelo de rastreamento para redirecionar o usuário, o domínio e o conteúdo da URL da página de destino devem corresponder ao domínio e ao conteúdo da URL final.
Ilustração de um anúncio e URL de visualização que levam a uma URL de página de destino diferente.
Ilustração de um anúncio e URL de visualização que levam a uma URL de página de destino diferente.

Discrepância de URL aceitável

Limitada às circunstâncias a seguir, a discrepância entre as URLs de visualização e da página de destino são aceitáveis.

  • URLs de acompanhamento usadas para fins legítimos com redirecionamento. URLs finais com redirecionamentos que não correspondem às URLs de visualização são aceitáveis, desde que o domínio primário da URL de visualização e o domínio primário da URL da página de destino correspondam.

Aprovado Aprovado

URL de visualização: www.Contoso.com
URL final: contosotracking.com/…
URL da página de destino: www.Contoso.com
  • Links profundos descritivos. Subdomínios ou pastas podem ser usados na URL de visualização para fins descritivos que não coincidam com o subdomínio ou as pastas da URL da página de destino, desde que os domínios de nível superior coincidam e que o subdomínio ou a pasta descreva adequadamente a parte para a qual os usuários de seu site serão direcionados.

Aprovado Aprovado

URL de visualização: www.Contoso.com/shoe
URL final: contoso.com/search?p=shoes…
URL da página de destino: contoso.com/search?p=shoes...
  • Sites de hospedagem. Você pode ser autorizado a usar uma URL de visualização descritiva que não coincida com a URL da página de destino para domínios hospedados. Se você achar que tem um caso de uso legítimo que se encaixe nessa categoria, poderá recorrer da rejeição.

Aprovado Aprovado

URL de visualização: www.Contoso.com
URL final: contoso2.hosted-domain.com
URL da página de destino: contoso2.hosted-domain.com
  • Considerações da marca. Você pode ser autorizado a usar uma URL de visualização que não coincida com a URL da página de destino para fins de consideração da marca. Por exemplo, uma marca de um produto bem reconhecido pode ser usada como URL de visualização para direcionar os usuários para o portal de venda genérico do proprietário do produto. Se você achar que tem um caso de uso legítimo que se encaixe nessa categoria, poderá recorrer da rejeição.

Aprovado Aprovado

URL de visualização: office.microsoft.com
URL final: products.office.com/?office...
URL da página de destino: products.office.com/?office...

Caracteres de URL

As URLs de visualização e as URLs finais podem conter apenas caracteres latinos em ASCII e não podem conter acentos, nem sinais diacríticos. As URLs de visualização e as URLs finais com caracteres não latinos — por exemplo, caracteres chineses ou russos — e caracteres latinos com acentos e sinais diacríticos — como http://contosé.com— serão rejeitadas.

Página de destino

  • Sua página de destino deve estar disponível e responder de forma confiável mesmo em momentos de pico de uso.
  • A URL final deve direcionar o usuário para uma única página de destino estática. Ela não pode encaminhar os usuários da busca para uma página diferente do site cada vez que se clica no anúncio.
  • Use uma página de destino que seja de sua propriedade ou esteja sob seu controle, que você esteja autorizado a representar ou para a qual esteja autorizado a enviar tráfego.

Leia as políticas de relevância e qualidade para obter mais informações sobre páginas de destino e como criar experiências de alta qualidade com elas.

Comportamento e navegação no site

  • O botão Voltar da página de destino deve ser funcional e permitir que os usuários retornem à página da Web anterior.
  • A página de destino não deve:
    • Gerar anúncios pop-up ou pop-under.
    • Gerar vários pop-ups ou qualquer pop-up que impeça os visitantes de sair do site.
      Ilustração de uma página de destino que gera várias janelas pop-up.
    • Abrir janelas adicionais de qualquer tipo.
    • Enganar o usuário com caixas de diálogo ou janelas do navegador de "imitação".
    • Ser criada para parecer corrompida ou simular uma página da Web que não esteja funcionando de alguma maneira.
    • Usar o comportamento de "falso" fechamento. Por exemplo, quando um usuário clica em um botão "fechar" na página, isso deve fechar a página, e nenhum outro comportamento deve ser resultante disso:
      Ilustração da janela pop-up que aparece quando o usuário tenta fechar uma página da Web, causando um comportamento de fechamento „falso“.

Para políticas adicionais sobre comportamento e navegação em sites, consulte as políticas de relevância e qualidade.

Help icon Ajuda para as políticas do Microsoft Advertising

         Use estes links para obter mais ajuda sobre as políticas do Microsoft Advertising.