Advertising

Pular para o conteúdo principal
Advertising

Não perca a chance de alcançar clientes que estão procurando por você. COMECE AGORA MESMO >

Blog
Page 1 of results

A Páscoa já está chegando!

Páscoa com Bing Ads

Comprove os resultados do Bing Ads

Nesta Páscoa, você que ainda não é nosso cliente, aproveite os R$ 200 em créditos grátis ao iniciar suas campanhas investindo R$ 50 no Bing Ads.

Solicite o seu cupom e descubra os benefícios em fazer parte do Bing Ads.

Páscoa

Depois de três anos de baixa nas vendas da Páscoa, a indústria de chocolates aposta em um ano positivo. O consumo de chocolate cresceu 8% no primeiro semestre de 2017. A expectativa é que, durante o feriado deste ano, as vendas se mantenham em relação ao ano passado ou apresentem um leve crescimento. A maioria das empresas está investindo em ovos e chocolates com preços mais baixos para tentar se adaptar aos bolsos dos consumidores, ainda apertados.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), no ano passado as indústrias de chocolates também investiram em produtos com preços mais baixos, e encerraram a Páscoa passada com um incremento de 2,2% nas vendas. Em volume, a quantidade chegou a 9 mil toneladas, ou o equivalente a 36 milhões de ovos. Com base na melhora nas vendas de chocolate no país a partir do segundo semestre de 2017 e de alguns indicadores econômicos, as indústrias estão mais otimistas e trabalham com expectativa de melhora no setor na Páscoa e no ano.



A Abicab levantou ainda que, no primeiro semestre de 2017, a produção do setor ficou estável em relação ao ano anterior, enquanto o consumo aumentou 8%. O balanço de vendas de chocolate de 2017 ainda está para ser divulgado pela entidade em março deste ano, bem como suas projeções para 2018.

O Brasil é o quinto maior produtor de chocolate no mundo e ainda tem alto potencial de crescimento de consumo se comparado a outros países. Enquanto aqui, o consumo anual é de 2,5 kg por habitante, em países vizinhos, como a Argentina, consome-se o dobro. 

Bing é o melhor lugar para sua marca

 

Depois de um 2016 em baixa, o setor deu sinais de recuperação no ano passado e é consenso, no mercado, que o ritmo de crescimento, ainda lento, deve ser mantido na Páscoa deste ano, apresentando uma oportunidade a ser explorada para alavancar suas vendas, especialmente aqueles do segmento de varejo.

Veja como o Buscapé conquista melhores resultados com Bing Ads e aprenda como você também pode alcançá-los nesta Páscoa.